quarta-feira, 10 de janeiro de 2007

Quantas vezes eu gritei e ninguém escutou sequer um gemido. Quantas vezes eu chorei sem que ninguém visse uma lágrima cair. Quantas vezes amei sem que alguém percebesse sequer um brilho em meu olhar. Eu já cansei disso tudo, não quero mais ficar sentado na sarjeta comendo com os ratos implorando um simples olhar. Já cansei de cansar.
As vezes me vejo rodeado por pessoas, são amigos, desconhecidos, mas existe o calor humano. A única coisa que eu não consigo entender é porque eu ainda me sinto sozinho. Será que é por medo de me libertar dos dogmas dessa sociedade hipócrita? Será que eu vou viver sufocado por mais quanto tempo? Eu não sou mais aquele garoto sorridente da foto, poucos enxergam isso, não são capazes de ver que o meu sorriso é apenas exterior. Preciso gritar, pedir socorro, mas em quem eu posso me apoiar? Talvez a resposta esteja tão próxima que meus olhos não são capazes de enxergar. É, eu esqueci como é ser feliz, estou em um estado latente de letargia....preciso respirar, preciso de abrigo. Preciso de carinho...Preciso de um grito de AMOR!

Por Rodrigo Américo Tardem - 18/10/2006

Nenhum comentário: