segunda-feira, 30 de abril de 2007

É MAIS DIGNO SER UM MENDIGO QUE SER UM MILITAR!

O Estado pariu o mendigo
O mendigo vive a esmolar
O Estado pariu o militar
Para a burguesia ele guardar
O militar é explorado
E o mendigo mais ainda
O mendigo pede à elite
Mas o militar o extermina
O mendigo apanha
O militar é quem bate
E o Estado
Cada vez mais os abate.
Um pede outro toma
Um chora outro espanca
Um usa outro trafica
Ambas as mortes são esperadas
Pela minoria rica.
Chega de mentiras, autoridade, repressão,
violência gratuita e sonhos.

"Amar a bandeira de um país é morrer por um pano pintado!”

Zine “Subversão”. Nº6, meados de 1998.

Nenhum comentário: