segunda-feira, 18 de junho de 2007

Utilidade social...

Não sei se já vos terá ocorrido: os sábados, os domingos e os "feriados" não são dias úteis. Ou seja, são dias... inúteis.
A utilidade social é um conceito com grades, restritivo e culpabilizador.
O prazer é inútil.
O descanso é inútil.
A diversão é inútil.
A aventura é inútil.
A cultura é inútil.
A vida é inútil.
Só o trabalho com horário certo e produção garantida nas contabilidades do PIB é útil.
São os economistas e os banqueiros e os empresários e os juristas ao serviço de todos eles que fazem as leis que ditam os contornos e os limites da utilidade social.
Há uma parte da sociedade que não me pertence e não me reconhece. E que me aliena.
Tenho 53 anos e ainda não consegui perceber por que devo sentir-me útil às segundas, terças, quartas, quintas e sextas (quando não coincidem com feriados) e inútil, aos sábados e aos domingos.
Vou ali passear a minha inutilidade e já venho...
Ou talvez não.
Janeiro.2006

recuperado de abnoxio2.blogs.sapo.pt

Fonte: http://abnoxio.weblog.com.pt/arquivo/2006/10/index0

Nenhum comentário: